Eventos Científicos do mês de maio

Confira a lista que preparamos com alguns eventos para este mês

Por Aline Barbosa

O que é Startup? – um novo horizonte para o Empreendedorismo

9 de maio
Horário: 12h30 – 14h

Local: Unesp Bauru (Av. Eng. Luiz Edmundo C. Coube, 14-01), Sala 10 (Próximo a cantina da FEB – Faculdade de Engenharia de Bauru)

O evento é organizado pelo Centro de Empreendedorismo e terá como palestrante Daniel Bonato Quintanilha (https://br.linkedin.com/in/bonato/pt) , o qual explicará para os ouvintes alguns conceitos sobre Empreendedorismo,  esclarecendo seus diferentes tipos. Além disso, Daniel contará, também, como uma viagem para o Vale do Silício o motivou a seguir caminhos diferentes, e como isso o conduziu até onde está agora.

Mais informações pelo site: https://www.facebook.com/events/240704766477369/

 

IX Congresso de Pesquisa e Ensino de História da Educação em Minas Gerais

9 a 12 de maio

Local: Campus Santa Mônica da UFU (Av. João Naves de Ávila, 2121 – Santa Mônica, Uberlândia – MG)

O Congresso de Pesquisa e Ensino de História da Educação em Minas Gerais (COPEHE) é um evento periódico que já se consolidou como importante espaço para o debate e a reflexão sobre a História da Educação, tanto na pesquisa como no ensino, sendo possível observar na da constituição desse espaço, a oportunidade de encontros, trocas e divulgação de experiências entre pesquisadores, professores e alunos de várias universidades, especialmente aquelas situadas no estado de Minas Gerais, cujos trabalhos e interesses se situam na abrangência de estudos e pesquisas desse campo de saberes que é a História da Educação.

A nona edição do COPEHE, assumida pela Linha de Pesquisa em História e Historiografia da Educação do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia.O temário escolhido como mote para a realização do IX COPEHE é Repensar a história da educação, pensar a política na história da educação, entendendo que vivemos um tempo em que é da maior importância dimensionar a educação e sua história no âmbito do político e de suas tramas, como o lugar em que nos posicionamos, os interesses que defendemos, as escolhas que fazemos e que são recobertas por concepções de mundo, de homem, de educação e de história.

Objetivos gerais

  • Possibilitar a divulgação de conhecimentos produzidos acerca da História da Educação no âmbito de instituições educacionais e de pesquisa, especialmente daquelas situadas no estado de Minas Gerais;
  • Favorecer o intercâmbio de experiências de pesquisa entre professores e alunos de graduação e pós-graduação ligados a Programas e Linhas de Pesquisa que se ocupam da História da Educação;
  • Viabilizar a circulação de produções científicas referentes à História da Educação em interface com diferentes áreas e campos de conhecimento;
  • Estimular a consolidação e/ou constituição de grupos de pesquisas, de maneira especial em Minas Gerais, que transitam pelo campo de estudos da História da Educação;

Objetivos específicos

  • Demarcar a História como área de conhecimento atravessada pela política, tendo em vista a História da Educação como uma de suas ramificações temáticas;
  • Ampliar o espaço de debate crítico em torno da política na História da Educação na arregimentação de nossa sociedade;
  • Estabelecer discussões e análises sobre a História da Educação a partir de diferentes aspectos que envolvam a reflexão política;
  • Refletir sobre a pesquisa em História da Educação como política, assim como sobre a política na pesquisa da História da Educação;
  • Discutir sobre políticas de ensino e de pesquisa em História da Educação, tendo em vista seus desdobramentos institucionais e formativos;
  • Problematizar a pesquisa no ensino de História da Educação, assim como o ensino de História da Educação na pesquisa.

Mais informações e inscrições pelo site: http://www.eventos.ufu.br/copehe#inscricoes

 

Arduino Day 2018

12 de maio

Workshops e Oficinas das 08:30hs às 11:30hs.

Mostra de Projetos das 13hs às 16:30hs.

Local: FATEC Bauru (Rua Manoel Bento Cruz, 3-30)

Programação completa

12/05/2018 08:45 – 10:00
Comparativo entre os Protolos MQTT e AMQP para internet das coisas
Prof. Me Gustavo Bruschi – Fatec Bauru

12/05/2018 08:45 – 10:00
Internet das Coisas e Tecnologias Pervasivas. O que esperar do Futuro?
Prof. Esp. Eugênio Mira – Fatec Bauru

12/05/2018 08:45 – 10:00
Captação autônoma de dados com Arduino: Uma aplicação ao conceito da Internet das Coisas
Prof. Me Faberson Augusto Ferrasi – Etec Rodrigues de Abreu

12/05/2018 10:15 – 11:15
Utilizando o NRF24L01 com shield ethernet para o monitoramento de sensores
Prof. Me Tadeu Pellison – Fatec Bauru

12/05/2018 10:15 – 11:15
Aplicações Integradas com Arduino e Matlab.
Prof. Me Adriano Mazotti – Fatec Bauru

12/05/2018 10:15 – 11:15
Aplicação de Arduino em projetos de energia solar concentrada (Concentrated Solar Power)
Prof.Dr. Marcelo Lampkowski – Fatec Jahu / ITE Bauru

12/05/2018 10:15 – 11:15
Data logger com arduino
Prof. Me Tiago Vicentin – Fatec Bauru

12/05/2018 08:45 – 11:15
Oficina 01 – Minicurso de Arduino para iniciante. – ESGOTADO
Felipe A P dos Santos – Unesp Bauru.

12/05/2018 08:45 – 11:15
Oficina 02 – Construção de carrinho usando Arduino e app Android
Rubens de Souza – Fatec Bauru

12/05/2018 08:45 – 11:15
Oficina 03 – Construção de Impressora 3D
Marcos Rocha / Prof. Rafael Balan – Fatec Bauru

12/05/2018 13:30 – 16:30
Inscrições para expor Projetos na Mostra.
Discriminar o projeto no campo observação e trazer uma extensão caso necessite de energia

Incrições pelo site: http://www.fatecbauru.edu.br/evento/arduinoday2018


XV CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E IV FEIRA DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA

15 a 18 de maio

Local: Univas (Av. Prefeito Tuany Toledo, 470 – Fatima, Pouso Alegre – MG)

O evento trará o conhecimento desenvolvido pela comunidade científica da UNIVÁS e também de outras Instituições do estado de Minas Gerais e de outros estados do país.

O Congresso de Iniciação Científica é um evento que ocorre todo ano, organizado pela Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da Universidade do Vale do Sapucaí – UNIVAS. É o momento científico em que os alunos mostram os resultados obtidos em suas pesquisas (PROBIC/FAPEMIG, PIBIC/UNIVÁS, BIC JR. e PIBID/UNIVÁS) em forma de comunicações orais, participam de minicursos, palestras e tem a oportunidade de publicarem seus trabalhos. As apresentações acontecem em duas modalidades, em pôster e oral. A modalidade pôster é direcionada para alunos que fizeram sua iniciação científica voluntária e também para os alunos de outras instituições que fizerem essa opção de apresentação no momento de sua inscrição, a modalidade pôster é obrigatória para os pesquisadores e bolsistas Bic Jr. Fapemig. A modalidade oral é obrigatória para os acadêmicos da UNIVÁS que foram contemplados com bolsas de IC em um dos nossos programas, PROBIC/FAPEMIG ou PIBIC/UNIVAS e também para aqueles alunos de outras instituições que optarem por essa modalidade no momento da inscrição. Tanto a modalidade pôster como a modalidade oral é avaliada por três pesquisadores.

Em conjunto ao XV Congresso de Iniciação Científica também será dado continuidade à 4ª edição da Feira de Ciências e Tecnologia, que vem de encontro à demanda da Universidade em aplicar seus conhecimentos gerados por meio de suas pesquisas em produtos e inovações tecnológicas. A feira também presta um serviço social para a comunidade nas áreas de educação, saúde, tecnologia entre outras modalidades, bem como atende crianças e adolescentes de Escola Públicas e Privadas da região.

Objetivos:

  • Valorizar o corpo docente e discente da instituição dedicado ao desenvolvimento de atividades de pesquisa;
  • Incentivar alunos de graduação visando à formação de novos pesquisadores e qualificando-os para os programas de pós-graduação;
  • Fomentar a atividade de pesquisa na UNIVÁS;
  • Integrar a comunidade científica e acadêmica;
  • Promover a interação entre a UNIVÁS e instituições com interesse nas atividades de pesquisa desenvolvidas nesta universidade;
  • Divulgar o desenvolvimento da pesquisa desenvolvida na instituição e aproximar a pesquisa universitária e a sociedade;
  • Realizar serviços de Educação e cultura junto a sociedade;

O Congresso de Iniciação Cientifica e a Feira de Ciência de Tecnologia, de responsabilidade da Pró-reitoria de Pós-graduação e Pesquisa é o maior evento científico da UNIVÁS, congregando alunos e professores das mais diferentes áreas do conhecimento e de várias instituições de ensino e pesquisa da região do Sul de Minas Geraisda região do Sul de Minas Gerais, atendendo aproximadamente 7 mil crianças e adolescentes de Escolas Públicas e Privadas da região bem como os acadêmicos da Univás.

Mais informações pelo site:  http://www.univas.edu.br/Eventos/cic/index_cic_1.asp

 

7º Cinfotec Unicamp – Comunicação, Informação e Tecnologia na Unicamp 2018

 23 e 24 de maio de 2018

Local: Centro de Convenções da Unicamp (Avenida Érico Veríssimo, 500 – Cidade Universitária Zeferino Vaz – Distrito de Barão Geraldo, Campinas – SP)

O Cinfotec Unicamp (Comunicação, Informação e Tecnologia na Unicamp) é um evento  realizado pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Comunicação da Unicamp e tem como objetivo reunir os profissionais de TIC da Unicamp para compartilhamento de experiências e casos de sucesso e oferecer oportunidades de atualização profissional em assuntos de destaque em tecnologia da informação e comunicação.

Palestras

A dinâmica entre Internet das Coisas e Inteligência Artificial
Rodolfo de Nadai
Duas áreas que estão cada vez mais faladas e usadas no mercado da tecnologia da informação. Qual o papel que IoT exercerá em nossas vidas? E quanto a Inteligência Artificial? Nesta discussão, iremos ver o papel que ambos poderão exercer em nossas vidas e os benefícios que a junção de ambos os temas poderão trazer.

Aplicações de Machine Learning em IoT em casos reais
Luis Fernando Gonzalez
Internet das Coisas gera uma explosão de dados nunca antes observada. Quando saímos de uma Internet dominada por humanos e partimos pra uma Internet dominada por dispositivos, enviando dados heterogêneos nos mais diversos formatos e em todos os instantes, o volume de informação passa a ser intratável com técnicas de análise tradicionais. O uso de Machine Learning é hoje o melhor mecanismo para extrair valor dessa montanha de informações geradas por sensores espalhados pelo Globo. Nessa apresentação exploraremos um pouco do porque Machine Learning e IoT formam uma parceria tão poderosa e apresentaremos casos de uso reais dessas tecnologias.

Arquitetura de Solução de Banco de Dados PostgreSQL para atender requisitos de Alta Disponibilidade e Redundância para Autenticação Central da Unicamp
Valdir Soares e Ronie Ramos de Oliveira
Arquitetura usando PostgreSQL versão 10.1 com Pgpool-II versão 3.7.1 para prover alta disponibilidade e redundância (replicação nativa com REPMGR versão 10-4). Nesta solução foram aplicadas técnicas e customizações de níveis mais elevados buscando maior de redundância usando softwares open source adicionais.

Autenticação Central para a Universidade: Vantagens e os Desafios do Projeto
Enzo Poeta e Rodolfo de Nadai
A integração entre sistemas ainda é tópico de muitas discussões e promessas, dentre estas como permitir que os usuários tenham uma experiência simples e rápida para obter informações. Uma destas integrações é a de Single Sign-On (SSO), na qual o usuário pode acessar diversos sistemas a partir de uma única autenticação.
Discutiremos exatamente isto nesta apresentação e como a universidade visa implementar esta integração entre sistemas. Falaremos também das ferramentas usadas e os desafios que enfrentamos durante a implantação da infraestrutura. Também comentaremos como esta solução contempla a CAD-A-005-2017 que institui o uso de senha única para acesso a recursos computacionais.

Identificação e ordenação temporal de eventos
Anderson de Rezende Rocha
A palestra trará um pouco sobre as pesquisas nas quais Anderson de Rezende Rocha está atualmente envolvido. O palestrante discutirá problemas associados com sincronização de eventos específicos no tempo e espaço, checagem de fatos e identificação de pessoas, objetos e conteúdos de interesse variado bem como pesquisas heterogêneas incluindo, mas não limitado à internet, mídia social e vigilância. Para isso, procura explorar informações de várias fontes e sincronizá-las ao redor de um evento ou objeto assim como organizá-las para permitir um entendimento melhor sobre o que aconteceu antes, durante e logo após o evento. Após organizar automaticamente os fatos e entendê-los, pode-se elaborar e implantar soluções para identificar pessoas ou objetos de interesse para análise, checagem rápida e entendimento da natureza do evento. Explorando as ligações possíveis entre as partes das informações, espera-se desenvolver ferramentas para analisar a integridade de medias e desta forma, identificar adulterações, conteúdo sensível (p.e.: violência, pornografia infantil), e arquivos de mídia online. Com o crescimento e sofisticação de crimes e atentados terroristas, aliados à disseminação de fake news, o objetivo é utilizar soluções desenvolvidas para ajudar-nos a responder às quatro perguntas mais importantes para a ciência forense: “Quem? Em quais circunstâncias? Por quê? Como?”, identificando todo o cenário no qual ocorreu o evento.

Inovação e Tecnologia – Inteligência Artificial e Consciência
Prof. Dr. Miguel Arcanjo Areas
A palestra abordará aspectos anatômicos e funcionais do cérebro humano (sinapses, neurotransmissores, potenciais elétricos) de forma comparativa ao estágio atual de tecnologias de Inteligência Artificial (IA) e outras em desenvolvimento. Durante os próximos 30 anos, máquinas inteligentes poderão aprender, raciocinar, escolher, decidir e executar atividades de forma racional e inteligente, sem programação prévia. Além disso, poderão perceber e reagir a estímulos internos e externos a elas, além de expressarem reações emocionais e, provavelmente, consciência. Portanto, para entender esta nova revolução industrial os profissionais da área de TI, assim como as pessoas em geral, precisarão rever conceitos e, talvez, estabelecer novos paradigmas que facilitem a convivência nessa nova realidade.

[In]Segurança na Internet das Coisas
Marcus Lahr
A Internet das Coisas (IoT) já é uma realidade e apresenta desafios que demandam novas abordagens de segurança. Nesta palestra serão analisados alguns casos recentes e os riscos ao conectar “coisas” à Internet sem preocupações mínimas de segurança.
Serão apresentadas também algumas boas práticas que podem ajudar a melhorar esse cenário.

Marco Civil da Internet: privacidade e proteção de dados pessoais
Bruno Bioni
Apesar de internacionalmente e nacionalmente conhecido, o Marco Civil ainda desperta muitas dúvidas acerca do conjunto de direitos e deveres nele previstos, principalmente por quem não é da comunidade jurídica. O objetivo da palestra é fazer um sobrevoo pela Lei 12.965/2014, contextualizando o seu processo de elaboração e aprovação até a interpretação de alguns dos seus dispositivos. Será dada ênfase às questões de segurança da informação e proteção de dados pessoais, de modo a capacitar os profissionais de tecnologia da informação com o conhecimento básico acerca das obrigações legais a que estão sujeitos para desempenhar as suas respectivas atividades.

Open Science e Planos de Gestão de Dados
Profa. Dra. Cláudia Bauzer Medeiros
O movimento de “Open Science” se refere à disseminação de todo o material relacionado a descobertas científicas de uma forma ampla, com isto contribuindo para o avanço da ciência. Exemplos de material são especificações, documentos, métodos e dados de todos os tipos. Em particular, o termo se refere a material digital, em que dados englobam uma variedade de tipos – por exemplo, código, video, som, planilhas. O compartilhamento de dados tornou-se uma peça chave no movimento.
Para compartilhar dados de forma efetiva, é necessário um planejamento adequado da sua gestão, cobrindo todo o ciclo de vida dos dados. Os chamados “Planos de Gestáo de Dados” (ou Data Management Plan) são uma primeira resposta a tal necessidade. Basicamente, respondem a duas perguntas – “Que tipos de dados serão gerados durante o processo científico” e “Como e quando serão compartilhados e por quanto tempo”. A palestra vai se concentrar na discussão de Open Science do ponto de vista de dados e Planos de Gestão, incluindo iniciativas recentes no Brasil nesta direção.

Incrições pelo site: https://eventos.galoa.com.br/realm/cinfotec-2018

 

Fontes: https://www.even3.com.br/eventos e https://agenda.galoa.com.br/

Deixe uma resposta