Publicações

E-Books


Mídia, cultura inovativa e economia criativa em tempos pandêmicos

 
Organizadores:
Juliano Maurício de Carvalho, Angela Maria Grossi e Ana Heloíza Vita Pessotto
ISBN: 9786588496206
DOI: https://doi.org/10.46848/978684


Apresentação

Após meses de pandemia, o país está longe de voltar à normalidade e vencer sua maior crise sanitária, somos instados a contribuir desde a sala de aula, do pensamento crítico e da ciência. A inspiração para o livro Mídia, cultura inovativa e economia criativa em tempos pandêmicos floresce nos diálogos e reflexões produzidos no âmbito do curso de Doutorado do Programa de Pós Graduação em Mídia e Tecnologia da Unesp, ganhando densidade na parceria com pós-graduandos, professores e pesquisadores de diversas instituições. Dividido em três seções, apresentamos experiências, relatos e análises que nos auxiliam a compreender a importância da economia criativa, das mídias e tecnologias, da educação e da cultura inovativa diante deste cenário pandêmico. Traz também reflexões sobre a capacidade de adaptação, de resiliência, ressignificação e resistência frente a tantos desafios e idiossincrasias do momento histórico, aportam a experiência, o conhecimento e a reflexão, tão imprescindíveis em todos os tempos e, singularmente neste.


Políticas de Comunicação: Instituições, Tecnologias e Regulação

 
Organizadores: Juliano Maurício de Carvalho e André Luis Lourenço
ISBN: 978-85-99679-89-0
DOI: https://doi.org/10.46848/978684

 

 

 


Apresentação

 “A obra coletiva “Políticas de Comunicação: instituições, tecnologia e regulação” é o resultado de debates empreendidos no âmbito dos Programas de Pós-graduação em “Comunicação” e em “Mídia e Tecnologia”, da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (FAAC), da Universidade Estadual Paulista (Unesp). Seu objetivo é o de enfrentar, dentro de seus limites, o desafio da com­preensão das múltiplas facetas dos modelos de Políticas de Comunicação, das estruturas regulatórias da mídia e da regulação de conteúdo e das características dos sistemas de mercado do setor.

 Entendendo o conceito de Políticas de Comunicação como o conjunto de “ações e omissões das in­stâncias estatais de todo tipo que, de acordo com as concepções e legitimações de cada sociedade e cada tempo histórico, determinam ou orientam os destinos da criação, produção, difusão e con­sumo dos produtos culturais e comunicativos”, a obra se pretende a apresentar abordagens acerca das Políticas de Comunicação, com destaque ao contexto brasileiro, no que se refere aos seus pro­cessos de regulação, bem como suas exigências democráticas e cidadãs.

 Composta por 15 capítulos, esta obra coletiva está dividida em três Seções: ‘Políticas e regulação de conteúdo’, ‘Marco Civil da Internet: democracia e promoção de direitos’, e ‘Metodologias de Análise em Políticas de Comunicação’.” (CARVALHO; LOURENÇO, 2019, p. 9)


Jornalismo e Convergência: Reflexões sobre o futuro do jornalismo

 
 Organizadores: Marcelo Engel Bronosky e Juliano Maurício de Carvalho
ISBN: 978-85-7983-552-0

 

 

 

 


Apresentação

 “A coletânea Jornalismo e Convergência: reflexões sobre o futuro do jornalismo está organizada em duas seções, a fim de ajudar o leitor a se mover por dentro dos 2o capítulos. Nesta publicação, estamos preocupados em oferecer discussões acerca de um dos principais temas do campo do jornalismo na contemporaneidade: as implicações e repercussões das tecnologias digitais, em especial as determinadas pela internet, no jornalismo. Além disso, este esforço inaugura parceria teórico-conceitual entre os grupos de pesquisa na área do jornalismo baseados no curso de Jornalismo do Departamento de Comunicação Social da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e do mestrado em Jornalismo da Universidade Estadual de Ponta Grossa – PR.”.

“A publicação busca aquilatar o pensamento contemporâneo sobre as mutações nos processos jornalísticos em um cenário convergente e, dessa forma, delinear um conjunto de estudos e discussões sobre o tema, tanto como resultado de pesquisas concluídas ou em desenvolvimento, quanto de um modo mais ensaístico, a respeito do como as novas tecnologias estão atravessando o jornalismo em suas múltiplas dimensões […]” (BRONOSKY; CARVALHO, 2015, p. 5).

 


Economia Política da Comunicação: Digitalização e sociedade

 
Organizadores: Juliano Maurício de Carvalho, Matheus Yuri Passos e Antonio Francisco Magnoni 
 
ISBN: 978-85-7983-465-3

 

 


Apresentação

 “[…] Este volume apresenta onze artigos originados nas exposições e debates gestados nos painéis do segundo encontro da seção brasileira da União Latina de Economia Política da Informação, da Comunicação e da Cultura (ULEPICC – Brasil), realizado em Bauru (SP) pelo Laboratório de Estudos em Comunicação, Tecnologia e Educação Cidadã (LECOTEC) de 13 a 15 de agosto de 2008 na Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Universidade Estadual Paulista (UNESP).”

 “O percurso traçado pelos capítulos delineia o panorama das discussões acerca do tema-chave do evento, ‘Digitalização e sociedade’ […]” (MAGNONI; CARVALHO; PASSOS, 2013, P. 11-12)

 


O Estado e as Comunicações no Brasil: Construção e Reconstrução da Administração Pública

Organizador: Octavio Penna Pieranti
ISBN: 978-85-911766-0-1

 

 

 

 


Apresentação

 Neste livro de Octavio Penna Pierante, é visado retratar a relação do Estado brasileiro com as políticas públicas e com a regulação das comunicações nos últimos oitenta anos.

“[…] Considerada questão crucial para o desenvolvimento nacional, a infra-estrutura de telecomunicações logo se tornaria questão de Estado. Para isso, seria fundamental a aprovação do Código Brasileiro de Telecomunicações (CBT) de 1962 – mas não só por esse motivo. O novo documento atualizava os dispositivos voltados à regulação da radiofusão e, na sua sequência, seria reformada, já durante o regime militar, a legislação concernente à imprensa. A implementação de todos esses instrumentos normativos e políticas públicas dependia, no entanto, da administração pública brasileira.

 É justamente isso que este livro resgata. A conformação dos órgãos e entidades públicos e seus avanços e vicissitudes são determinantes para o desenvolvimento e para a regulação das telecomunicações e da comunicação de massa no Brasil. Tomando como marco fundamental o ano de 1962, quando foi promulgado o CBT, este livro acompanha a estatização e a posterior privatização do sistema de telecomunicações; o desenvolvimento das grandes redes públicas, a reforma dos marcos legais do setor; o ocaso da CTR e do Contel e o nascimento do Ministério das Comunicações Anatel; e a formação de novos atores políticos no campos da comunicação até o presente […]” (PIERANTI, 2011, p. 9)


Toque um som para a ciência

 
Organizadores:
Juliano Maurício de Carvalho, Mateus Yuri Ribeiro da Silva Passos e Aline Emi Naoe
ISBN: 978-85-61889-05-0

 

 

 


Apresentação

Toque da Ciência também é uma experiência científica. Diretamente ligadas à linha de Comunicação, Linguagem e Conhecimento do  Lecotec, da Unesp, as diversas frentes do projeto acabam por gestar pesquisas e artigos que as avaliam em seus aspectos metodológicos, tecnológicos, discursivos. Desse modo, não só falamos de ciência, mas a produzimos – e procuramos contribuir para o campo de estudos em comunicação pública da ciência, que tem crescido e amadurecido consideravelmente nos últimos anos. Acima de tudo, porém, o Toque da Ciência é um espaço de formação. Aos leitores, seja este o primeiro contato com estes textos, seja um reencontro com vozes conhecidas, fazemos votos de que encontrem, na fala de cada pesquisador, uma prestação de contas sobre os frutos de anos de trabalho intenso que a população financia, mesmo que indiretamente. E que esse universo quase paralelo torne-se gradualmente mais próximo, até que os sons da ciência e da sociedade coexistam, ressoem, dialoguem.



Contato

Telefone

+55 (14) 3203-6168

Email

lecotec.faac@unesp.br

Localização

Av. Eng. Luís Edmundo Carrijo Coube, 14-01 – Vargem Limpa, Bauru – SP, 17033-360, Brasil

Nos acompanhe nas redes